Ervas medicinais Plantas Principal

Alfazema

alfazema

A raínha das plantas do Mediterrâneo, uma das mais conhecidas ervas medicinais do mundo, símbolo da Provence… Acho que todos já ouvimos falar dela e sabemos que realmente é uma planta muito valiosa e que vale a pena tê-la no nosso jardim. Mas vejamos essa planta de mais perto e descubramos mais dos seus segredos.

alfazemaAlfazema, tal como a oliveira ou a língua de ovelha, pertence a família de Lamiaceae. Cresce até 1 metro de altura e largura. Gosta de solos bem arejados, calcários, leves, mas cresce também em condições áridas e pobres. Exposição: em pleno sol.

folhasalfazema

As folhas, opostas e lineares, possuem uns pelinhos que protegem a planta do sol e da perda da água

As flores de cor violeta – azul (existem também alfazemas com flor branca ou cor de rosa) são fonte do óleo essencial conhecido pelas suas propriedades….

...das que beneficiam também numerosos insectos

As flores de alfazema atraem numerosos insectos.

Os Romanos acrescentavam as flores da alfazema nos banhos e deste costume vem o nome latim da alfazema (verbo lavare).  No século XII, na região mediterrânea, a alfazema era utilizada em casos de insónias, desmaios, tremores e gastrite. Creia-se também que tinha propriedades estimulantes, narcóticas e antissépticas.

Hoje, as análises científicas confirmam as observações dos séculos anteriores. As substâncias activas presentes na flor e folha da alfazema são o óleo essencial (geraniol, linalol, pineno, entre outros), ácidos fenólicos, flavonoides,  taninos, cumarinas, etc.

O óleo essencial da alfazema é sedativo (calmante), analgésico e antisséptico. No uso exterior apresenta propriedades anti-inflamatórias, antissépticas e desodorizantes. O óleo usa-se na prevenção do celulite e no combate às estrias e acne.

Os extractos à base de água ou álcool demonstram a acção antibacteriana e antifúngica.

A alfazema ajuda em casos de insónia, stress, tensão pré-menstrual, contracção de intestinos e do estômago, gases, epilepsia, inflamação de fóliculos pilosos. Cura doenças de pele provocadas por bactérias.

Cuidado! O óleo essencial da alfazema não pode ser usado pelas grávidas. As infusões (3g de flor por dia max.) não são perigosas.

Nos jardins, a alfazema é amiúdo plantada a borde de caminhos, nas entradas, ou nos sítios dos que queremos afastar os insectos (mosquitos). Podemos multiplicar as alfazemas das plantas mais velhas (temos a certeza que a  planta nova vai repetir as características da planta-mãe) ou obter plantas novas das sementes. No segundo caso, é preciso manter as sementes em baixas temperaturas (frigorífico) durante 2-3 meses e depois semear.

Na cozinha, a alfazema é utilizada para condimentar sopas, saladas, gelados, sorvetes, bolos, etc.

E vocês como usam esta planta?

bolachas de alfazema

Fonte da receita: mojewypieki.com

Bolachas de alfazema

Ingredientes:

210 gramas de manteiga (temperatura de ambiente)

3/4 de copo de açúcar em pó

1 gema de ovo

1 pitada de sal

1 colher de sopa de flores de alfazema secos (2 colheres, se usamos flores frescos; se não querem que o aroma seja muito forte, diminuam a quantidade das flores)

casca de um limão ou 1 colher de sopa de sumo de limão

1,5 copo de farinha

3 colheres de sopa de amido de milho

Misturamos todos os ingredientes, amassamos. Quando os ingredientes ficarem bem unidos, dividimos a massa em duas partes e formamos dois rolos de 3 – 3,5 cm de diâmetro. Embrulhamos em plástico alimentar e pomos no frigorífico. Depois de duas horas, tiramos os rolos e cortamos em fatias de 5 – 7 mm. Cozemos no forno durante 12 – 14 minutos em temperatura de 170ºC.  O importante é deixar espaço entre as fatias, porque aumentam para os lados.

Bom apetite! 🙂


As informações que acabaram de ler têm carácter meramente informativo e não podem ser consideradas como receitas médicas.


Fontes:

Larousse de plantes médicinales. Larousse. Paris 2013.

http://www.lisie-pole.eu

http://www.rozanski.li

You Might Also Like

  • Adorei o post e a receita com as flores de alfazema. Comer biscoitos com aroma de alfazema deve ser maravilhoso. ; )

    • Obrigada, Bruna! Pois, o perfume é particular, nem todos gostam dele na comida. Mas vale a pena experimentar 🙂

  • Vou experimentar as bolachas assim que as minhas derem flor.

    • Bom apetite! 😉 depois podes enviar as fotos das tuas bolachas para partilhar connosco? abraço, Kasia

  • Pingback: Como perfumar o ar em casa? | Jardim Viajante()